28 de fev de 2012

II
EPIGRAMA

Sbarbaro, menino inspirado, dobra multicores
papéis e extrai barquinhos que confia à lama
movediça de um regato; olha-os indo embora.
Sê precavido por ele, cavalheiro que passas:
com a tua bengala alcança a delicada flotilha,
que não se perca; e chegue a um portinho de pedras.

Eugenio Montale
Ossos de Sépia

22 de fev de 2012

AVARÉ
 





Sonhos 






Avaré-casa Cathe
Foto da foto
(lambe-lambe),
Catherine Ferraz 



 Fotos Annelise de Salles

15 de fev de 2012

O VISITANTE NOTURNO



B. Traven -
O homem que conseguiu 
ser ninguém.

Em 1960, numa coletiva de imprensa durante
uma visita oficial a Buenos Aires, o presidente
mexicano Adolfo Lopez Mateos foi obrigado
a declarar publicamente que nem ele nem sua
irmã eram o escritor B. Traven.

"Uma lenda se formou em torno de B.Traven.
Dizem no México que minha irmã Esperanza,
infelizmente já falecida, era B.Traven e tinha
escrito os livros, sendo que ela foi apenas sua
secretária e tradutora. Também dizem que eu
sou B. Traven. Nenhuma das duas coisas é
verdade. O primeiro livro de Traven foi publicado
quando eu tinha quatro anos e minha irmã, cinco.
Na verdade Traven existe, usa esse nome e
continua escrevendo"...

Naquele início dos anos 60, algumas das
hipóteses sobre quem seria B. Traven já estavam
sendo descartadas. Ele não poderia ser o escritor
Ambrose Bierce, desaparecido em 1914 quando
acompanhava Pancho Villa, porque, vivo, Bierce
estaria com quase 120 anos. O rumor constante
que Jack London teria forjado sua morte em 1916
e ido se esconder nas florestas mexicanas também
não convencia os pesquisadores mais dedicados...

...mesmo assim diversas novas hipóteses
continuavam - e continuavam - surgindo a todo
momento para se juntar às antigas. Traven seria
outro presidente mexicano (Elias Calles), ou um
ex-escravo fugitivo, ou o arqueólogo dinamarquês
Frans Blom, ou um grupo de roteiristas esquerdistas
de Hollywood, ou o filho bastardo do Kaiser
Guilherme II, ou o sociólogo austriáco Frank
Tennenbaum, ou um grupo de literatos
hondurenhos, ou Wladislac de Bourba (o filho
de uma dama de companhia da tsarina da Rússia),
ou o dono de um pequeno restaurante na periferia
de Acapulco...

B. Traven ( 1882? - 1969) é talvez a figura
mais enigmática da literatura moderna. Recluso
por opção, exilado no interior do México, conseguiu
manter sua identidade em segredo por toda a vida.
Suas obras de ficção no entanto, derrubaram todas
as barreiras impostas pelo anonimato e se tornaram
conhecidas no mundo todo, principalmente depois
do estrondoso sucesso da adaptação cinematográfica
de O Tesouro de Sierra Madre, dirigida por
John Huston e estrelada por Humphrey Bogart,
em 1948.

Comecei a ler ontem e termino hoje,
estou muito curiosa!

13 de fev de 2012

MABSA
Maria Amélia Arruda Botelho 
de Souza Aranha (1917/2011)

Ontem eu tive a sorte de ir com
uma grande amiga na casa/atelier 
que era de sua avó Mabsa, pintora,
escritora, escultura, uma pessoa que 
tinha uma alma tão artista, queria 
ter conversado muito com ela.

Fotos Annelise de Salles

Related Posts with Thumbnails