22 de set de 2011

 VENEZA

Foram 5 dias andando pela cidade mais
linda do mundo, aquele labirinto de 
ruas estreitas e canais, não tem uma casa ou 
palácio que eu não gostaria de entrar,
uma janela ou porta que eu não quisesse abrir.
E neste mundo de mágica,
estava acontecendo a Bienal, a cidade
lotada de exposições e instalações,
foi como estar em um sonho e
agora eu só penso em voltar...

 Acima, Grand Canal visto  
da janela do 
Palazzo Bembo.
 Piazza San Marco
Palazzo Fortuny,
antiga casa e atelier do artista 
Mariano Fortuny y Madrazo (1871-1949),
 exposição TRA,The Edge of
Becoming,  organizada por 
Axel Vervoordt
Meu palazzo e exposição 
preferidos!
Exposição TRA-foto do site
TRA- foto do site.
Palazzo Grassi, com a
exposição The World Belongs to You"
IL/ MONDE/ VOUS/ BELONGS
LE/ WORLD/ VI/ APPARTIENE
THE/ MONDO/ APPATIENT/ TO/ YOU
Punta della Doguana,
vista da
cobertura do Hotel Danieli.
Punta della Doguana
"Boy with frog",
escultura do artista americano
Charles Ray.

Palazzo Bembo,
exposição Personal Structures.
Encontrar meus amigos
Laurance e Olivier, que moram 
em Bruxelas, no meio da rua,
sem saber que eles estavam em Veneza, 
 foi o acontecimento mais incrível!
A Bienal acontece há 
116 anos, está foi a de número 54.
O tema era,
"ILUMINAção-ILUMINAtions-
ILUMINAzione"
Eu não sabia que Veneza tem 
 a forma de um peixe até ver este mapa,
ele mostra todas
as exposições e eventos colaterais 
que acontecem pela cidade.
A viagem foi um presente dos avós para 
os netos mas é lógico que eu não poderia
deixar de ir junto!
Pavilhão Polonês, (artista Yel Bartana),
"And Europe Will Be Stunned"
"I wonder why i lied to myself that i 
had never been here and was totally ignorant of
 this place- in fact, it's just anywhere else here-
only the feeling is stronger and 
incomprehension deeper"
Pavilhão da Russia.
Esculturas de Dominik Lang
no Pavilhão da República Checa e Eslováquia.
"The Sleeping City"
Pavilhão de Israel, 
Sigalit Landau.
Foto do lado direito,
Pavilhão Americano,
Allora & Calzadilla.
...
The Clock
 Christian Marclay, criou este filme
de 24 horas, usando trechos de filmes que mostram
relógios e a hora, numa sequência que está 
sincronizada com a hora real.
Foram dois anos para achar todas
estas cenas em milhares de filmes,
é impressionante este trabalho!
O video abaixo mostra 3 minutos,
das 12:04pm até as 12:07pm.
Pavilhão da Áustria,
cenas do filme do artista 
 Markus Schinwalk.
À direita, título do 
Pavilhão de Israel,
"One man's floor is
another man's feelings"
Pavilhão da Coreia
A foto acima, eu peguei no site da Bienal e 
mostra a instalação da artista Norma Jeane,
no pavilhão da Itália. Ela colocou um enorme bloco 
de massinha no centro de uma sala e as 
pessoas podem interagir colando frases, 
palavras ou desenhos nas paredes. 
À esquerda, instalação de Cindy Sherman e
nas outras fotos a sala de massinha , 
 um mês depois da abertura da Bienal.
Cindy Sherman no Pavilhão Central.
Pavilhão da Escócia,  Karla Black.
...indo para o Arsenale...
Arsenale, exposição com vários
artistas que acontece dentro de um 
enorme e comprido galpão,
 antiga fabrica de cordas,
um dos lugares mais lindos
 que eu já vi!
Urs Ficher's fez uma escultura de cera,
réplica da "The Rape of the Sabine Woman" de
Giambologna (séc 16, Florença, Itália).
Ela vai se consumindo como uma vela
e deve demorar os 6 meses da exposição 
para chegar ao fim.
A escultura nos primeiros dias, 
 foto do site,
Song Dong's Para-pavilion.
Na foto à direita e 
nas duas abaixo à esquerda,
Pavilhão de Luxemburgo,
Martine Feipel & Jean Bechamel.
"Le Cercle Fermé"
Melanie Smith,
 Pavilhão do México,
no Palazzo Rota Yvancich,
um dos que eu mais gostei.
Exposição Julian Schnabel,  
MUSEU CORRER.
Peggy Gugguenheim 
Collection
Nosso restaurante preferido,
"Ristorante da Ivo".
No "Da Ivo", depois de jantar, você 
pode sair direto por esta porta e
 entrar em uma gôndola. Nós fizemos isto, 
toda a família, depois de uns copos de vinho 
e pegamos um gondoleiro chamado Roberto, 
que também tinha dado seus golinhos
e estava muito inspirado!
Foi indescritível este passeio à meia
noite, passando por canais escuros e 
o céu todo estrelado!
Foto acima do site
Fotos Annelise de Salles

Related Posts with Thumbnails